• Qualis | Comunicação

Dicas de Escrita Criativa #4 - Diálogos


E aí, ainda participando do Nano, firme e forte? Esperamos que sim!!!

Para continuar te ajudando nesta jornada, decidi trazer hoje dicas importantíssimas sobre diálogo!

Por mais que você tenha uma narrativa forte, poética e bem estruturada, é no diálogos que um bom autor ganha seus leitores. É por eles que um personagem ganha uma personalidade mais alma, mais corpo.

Então, vamos a elas?

1- Leia seus próprios diálogos em voz alta e interprete-os.

Eu já dei uma dica parecida para revisão e lapidação de texto, e eu a repito aqui, porque ela é essencial. Não tenha medo de bancar o maluco para escrever seu livro. Leia o diálogo em voz alta sem medo e veja se ele está fluindo como se fosse realmente uma conversa entre duas pessoas; se não está cheio de palavras difíceis, de expressões formais... Não há problema em usar interjeições e até mesmo cometer alguns erros de português, se for o caso. Pessoas falam assim o tempo todo.

2- Seja fiel ao personagem

Se seu personagem é uma criança de 5 anos, ele não pode conversar como um adulto. Se é um homem culto, não pode ficar falando gírias o tempo todo. Use sotaques, expressões coloquiais, mas faça tudo isso deixando a fala condizente com o personagem que você criou, com a personalidade que quer que ele tenha. Se for alguém rabugento, precisa falar como alguém rabugento. O mesmo se for doce, gentil, melancólico...

3- Use narrativas entre falas

Enquanto duas pessoas dialogam, dificilmente elas ficam paradas apenas falando. Podem mexer no cabelo, coçar o queixo, andar pela sala. Há muitos detalhes em um diálogo que podem ser transmitidos para que o leitor possa visualizar melhor a cena, deixando-a mais dinâmica e real. Claro que na maioria das vezes o que é dito é muito mais importante, porém, algo de importante pode se passar durante uma conversa e que não pode passar despercebido pelo leitor, principalmente algumas reações dos personagens a determinados assuntos, por exemplo.

4- Não faça diálogos parecerem artigos da Wikipedia

Por mais que você precise dar uma explicação sobre algum tema, e prefira fazer isso durante um diálogo (entre um especialista e um leigo, por exemplo), evite textos que poderiam ser tirados de apostilas ou de livros técnicos. Quando alguém explica alguma coisa a outra pessoa, ela tenta usar palavras simples, linguagem coloquial e diversos outros maneirismos, mesmo em um assunto sério e profissional, por exemplo. Claro que você precisa usar o bom senso. Se for um policial, por exemplo, detalhando a cena de um crime, é necessário que as falas sejam condizentes com o momento e com a personalidade do personagem.

5- Respeite os silêncios

Nem todo mundo sai falando desesperadamente como se nem sequer respirasse. Há pausas e silêncios entre diálogos, que precisam constar no texto. Estes silêncios podem conter muitos pensamentos e emoções, especialmente quando se trata de um diálogo mais passional. É importante sempre entrar na cabeça do personagem (quando necessário) e contar um pouco do que ele está pensando, mas não está revelando. Especialmente se houver um mistério envolvido ou algo assim. Use os silêncios ao seu favor.

Espero que com essas dicas você se sinta mais preparado para colocar esse povo aí para conversar!

Capriche!!!

BIA CARVALHO tem 31 anos, é carioca e autora da Trilogia das Cartas, cujos direitos foram adquiridos para publicação na Argentina, pela Ed. DeCiutiis, e do BestSeller da Amazon, Horas Noturnas. Em 2016, seu conto Ao Anoitecer foi publicado na antologia O Livro Delas, pela Editora Rocco, oriunda do projeto LitGirls Br.

#DicasdeEscrita #EscritaCriativa #Escrita #NaNoWriMo #diálogos

MÉTODO DE ENVIO:           INSTITUCIONAL:               EXTRAS                              FALE CONOSCO                   SIGA-NOS:

 

                                                  Home                             Vale presente            Contatos

                                         Publique                         Minha conta             Devoluções

                                         Autores                                                            Entrega e Trocas

                                         Loja                                                               

© 2008 - 2019 by Qualis Editora e Comércio de Livros Ltda - Todos os direitos reservados. 
CNPJ: 09.644.361/0001-45