• Qualis | Comunicação

Setembro Amarelo


Setembro já está chegando ao fim, mas nem por isso podemos deixar de falar deste assunto tão importante, que é o mês de prevenção ao suicídio!

Inspirados no livro Destinos de Papel, da diva Luciane Rangel, vamos conversar um pouquinho neste post, então, se você tem algum tipo de gatilho com o tema, sugiro que não se aventure no resto.

A campanha SETEMBRO AMARELO teve início em 2015, como uma iniciativa do Centro de Valorização da Vida (CVV), do Conselho Federal de Medicina (CFM) e da Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP) para a prevenção do suicídio.

Estima-se que uma pessoa tira a própria vida a cada 40 segundos em todo o mundo. No Brasil, o suicídio é a quarta causa mais recorrente de morte, especialmente entre jovens. E, de acordo com a OMS, 90% dos casos poderia ser prevenido e evitado, porém, 60% das pessoas que estão cogitando chegar a este extremo não buscam ajuda.

96,8% dos casos de suicídio estão atrelados a transtornos mentais., principalmente a depressão (novamente segundo a OMS), que afeta 322 milhões de pessoas no mundo. No Brasil, 5,8% da população sofre deste mal.

Pensando nisso, a campanha Setembro Amarelo foi pensada. O mês de Setembro foi escolhido, porque o dia 10 deste mês ficou estabelecido como sendo o Dia Mundial da Prevenção do Suicídio. A explicação para a cor amarela surgiu pela história que originou toda a campanha e que fala sobre Mike, um jovem de apenas 17 anos, extremamente caridoso e com habilidades mecânicas, que pouco antes de morrer restaurou um Mustang e o pintou de amarelo, chamando-o de "Mustang Mike". Contudo, apesar de aparentar viver uma vida normal, as pessoas ao redor do rapaz não perceberam os sinais de sua depressão, e ele cometeu suicídio pouco tempo depois. Em seu funeral, uma cesta de cartões com fitas amarelas presas a eles estava disponível para quem quisesse pegá-los. Os 500 cartões e fitas foram feitos pelos amigos de Mike e possuíam uma mensagem: Se você precisar, peça ajuda (Fonte: Minuto Saudável).

O suicídio não pode ser um assunto tabu, assim como a depressão. Ela precisa ser tratada como qualquer outra doença, que requer cuidados e remédios. Não é frescura, não é um "desânimo". Pessoas chegam e extremos, porque não receberam a ajuda necessária, e isso pode acontecer com alguém muito próximo de você. Portanto, AJUDE!

Jamais use frases como estas para alguém que sofre de depressão ou que te revela que está pensando em suicídio:

- Depressão é frescura, você precisa se animar;

- Suicídio é para covardes;

- Quem ameaça se matar está querendo chamar atenção;

- Quem quer mesmo se matar, se mata e pronto;

- Eu também tenho problemas, mas estou enfrentando-os com coragem. Você deveria fazer o mesmo;

- Isso é falta de ocupação, vai arrumar alguma coisa para fazer;

- Tem gente que sofre muito mais do que você;

- Tente ser mais otimista;

- Tristeza passa;

- Psicólogo e psiquiatra são médicos de loucos.

Caso você conheça alguém que precisa de ajuda ou se você mesmo estiver tendo pensamentos suicidas, precisando conversar, ligue para o CVV. O telefone é 188. O atendimento é anônimo e realizado por voluntários que guardam sigilo. Também é possível acessar o chat online, enviar um e-mail ou ir a um dos postos de atendimento físico.

No livro Destinos de Papel, a autora Luciane Rangel aborda o tema suicídio de uma forma leve, em uma história divertida e emocional ao mesmo tempo. Para adquiri-lo, clique AQUI.

#SetembroAmarelo #Suicídio #Depressão #Saúde

MÉTODO DE ENVIO:           INSTITUCIONAL:               EXTRAS                              FALE CONOSCO                   SIGA-NOS:

 

                                                  Home                             Vale presente            Contatos

                                         Publique                         Minha conta             Devoluções

                                         Autores                                                            Entrega e Trocas

                                         Loja                                                               

© 2008 - 2019 by Qualis Editora e Comércio de Livros Ltda - Todos os direitos reservados. 
CNPJ: 09.644.361/0001-45